Páginas

segunda-feira, 1 de fevereiro de 2016

Capiçoba


Folhas da capiçoba Erechtites valerianifolius. 

Capiçoba. Essa é uma PANC, considerada ruderal ou espontânea, um tanto incomum em São Paulo. Perto da serralha, do caruru ou da major gomes, praticamente uma raridade. Pessoalmente levei um tempo até encontrar minha primeira capiçoba. Descobri que ela gosta de solos férteis, ricos em matéria orgânica e úmidos. Ou seja, não vai nascer em qualquer terrinha por aí não. 

Muito famosa no interior, nasce comumente em hortas nos períodos mais quentes e chuvosos, aproveitando a umidade do solo e um local naturalmente fértil. Se é verdura e nasce sozinha, vamos come-la!

Existem dois tipos de capiçoba, os dois comestíveis, embora um deles com ressalvas. O mais comum é a espécie Erechtites valerianifolius, de folhas compostas, cujos folíolos são separados um dos outros. É uma planta herbácea, de crescimento rápido e flores rosadas, atingindo mais de um metro de altura. Suas folhas são aromáticas e muito saborosas, lembrando um tanto a rúcula. Pra espécie E. hieracifolius recomenda-se o consumo branqueada ou cozida. Pode ser cortada antes da floração que volta a rebrotar mais uma ou duas vezes - não arranque!

O aroma dá pra sentir na mão, apertando uma folha entre os dedos - cheiro de verdura temperada, gostosa.

Capiçoba gosta de locais ligeiramente sombreados,
com pouco vento e mais úmidos.
Outra espécie comum é a capiçoba-roxa, de nome Erechtites hieraciifolius. Essa planta tem porte baixo, por volta de meio metro, e folhas verdes ou mais comumente, avermelhadas. As flores são terminais e na cor creme ou amarela. Pode ser diferenciada da outra capiçoba pelas folhas onduladas e menos repartidas em folíolos e pela floração creme ou amarela. As variedades de folhas avermelhadas nascem mais ao sol e as de folhas verdes, mais à sombra. Ao que parece, não é uma adaptação ao sol, e sim a diferenciação em subespécies. Tem um bom teor de proteínas e uma altíssima quantidade de ferro, zinco e fósforo. O sabor de ambas é parecido.

Note as folhas, que podem ser verdes,
em formato característico e mais irregulares.
Erechtites hieraciifolius.

Flores da capiçoba-vermelha, amarelas ou creme.

Capiçoba vermelha, Erechtites hieraciifolius.
Antes da floração.
Erechtites hieraciifolius na variedade verde.Note a forma das folhas.
Deve ser consumida com moderação, porque essa espécie tem poucos estudos e há altas chances de que tenha pirrolizidinas, as mesmas substâncias presentes na falsa-emília e no senecio, que são altamente tóxicas ao fígado e podem causar fotossensibilização. Na dúvida, prefira a espécie de flores rosadas (E. valerianifolius), de uso consolidado na literatura, consuma no período de preferência antes da floração e com moderação. 

Como sugestão de consumo, ficam muito saborosas refogadas acompanhando pratos do dia-a-dia, assim como fritas em bolinhos, usadas como condimento para sopas e escondidinhos. Usadas tradicionalmente acompanhando carne de galinha, de porco e de boi, assim como a ora-pro-nobis. Recomenda-se branquear antes e descarta a água, e assim usar a verdura já branqueada para cozinhas junto com os demais ingredientes. Na salada, fica deliciosa, picante e aromática, um misto de salsa e rúcula.

Para plantar, após a floração colete as minúsculas sementes e jogue em local definitivo, sem regar. Escolha ambientes úmidos, sem sol intenso, de boa fertilidade e sem forte fluxo de vento, como próximo a muros e paredes.

2 comentários:

  1. Olá,

    Onde eu consigo sementes de capiçova para comprar?

    ResponderExcluir
  2. adoro a capiçova gostaria de saber aonde consigo sementes para comprar?

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...