Páginas

domingo, 27 de novembro de 2016

Nuoc rau ma. Gotu kola. Suco verde de centella asiatica.

Suco verde de centella asiática, nuoc ran ma

Hmmm, a moda do suco verde me pegou. Eu tentei fugir, disse, "não, essa sopa crua de legumes com couve não tem gosto bom", fugi chorando para as montanhas, mas nem assim escapei. Ou pelo menos, não totalmente.

O avô do suco verde, que ao contrário de alguns modismos alimentares, é praticamente um prato tradicional, vem do Vietnã, mas é consumido também na Malásia, China e Índia. A Centella asiatica é o principal ingrediente, e, ao contrário da couve e do salsão, é palatável e não precisa ser mascarada com maçã, gengibre ou outro tempero para ficar bebível.

De fato, não sou nada fã de qualquer suco verde que vá couve, porque fica com cheiro sulfúrico flatulento que não me parece nada apetitoso. Mesmo com maçã, hortelã ou gengibre, não dá pra mascarar. A couve está ali, se fazendo presente para quem quiser sentir. A minha, deixo para a feijoada.

Suco verde com centella é bom! Delicioso. Leve, ácido, saboroso, refrescante, para esses dias de verão. (Pra quem não é fã de suco de coisas que não sejam fruta: se eu disser que não precisa ter gosto de salsão, couve, pepino ou qualquer outro legume liquefeito, mascarado com maçã e gengibre, você acredita?)

Bom, voltando para o Vietnã. É comum ser servido em restaurantes uma bebida chamada nuoc rau ma, que literalmente pode ser traduzida como "suco de centella". Existem variações com limão e frutas, mas a tradicional vai apenas água. Eu prefiro com limão porque tudo fica melhor mais azedinho.

Na medicina ayurvedica (Índia, sempre a Índia!), onde ela é chamada de gotu kola, usa-se para melhorar a imunidade, para melhorar a memória, como antioxidante, anti-inflamatório, diurético e tônico para o corpo. É indicada também, na medicina chinesa, para "reduzir o calor", ajudando a restabelecer a temperatura corporal. É citada em estudos como coadjuvante em tratamento de ansiedade, como um poderoso ansiolítico natural. Seus principais componentes, além de óleos essenciais como cariofileno, farnesol e elemeno, são ácido asiático, ácido cêntico, ácido cenelico, madecassido e asiaticosideo. Para mais informações, um bom artigo (em inglês) me pareceu esse aqui.

Para o suco, basta bater algumas folhas, suco de limão (ou não) com água ou açúcar, coar e tomar imediatamente. Existem vários vídeos no youtube usando muitas ou poucas folhas, então veja o que agrada seu paladar. Eu usei três folhas grandes para 300ml e suco de um limão. Na versão que fiz para a foto, coloquei ainda uma folha de azedinha e uma folha de hortelã. 




O consumo, moderado, não parece ter contra indicações e é muito bem embasado na literatura. Segundo alguns artigos, existem mais de 15 variedades da planta só na Malásia, então as nossas são um pouco diferentes das que vi nos vídeos vietnamitas, mais largas, grossas e altas. As deles parecem mais delicadas. Se assistir algum vídeo, não se assuste achando que é a planta errada (claro, se não for de fato a errada).

video


O sabor é muito agradável. Eu adicionei um pouco de cardamomo e hortelã, inspirado em uma bebida servida em um restaurante indiano que amo, e ficou muito bom também. A cor fica linda. Vai ser o drink do verão aqui em casa. E o melhor, a centella é muito fácil de ser encontrada na rua. Eu a vejo por toda parte aqui em São Paulo. Sugiro tirar mudas e plantar em vasos em casa, porque ela cresce fácil e é bem rústica. Já falei sobre como coletar, diferenciar de espécies venenosas e cultivar aqui. 

3 comentários:

  1. Onde achar mudas de centella asiática? Na internet só encontrei sementes e já faz três meses que estou aguando e nada de germinarem, diz que o mecanismo de dormência dela é forte. A brahmi ( bacopa monnieri) que é para a memória também, eu consegui, mas a centella asiática já revirei a internet e nada.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Francisco, você está onde? Aqui em SP é absolutamente comum, é um matinho que nasce na maioria dos gramados. Um abraço, Guilherme.

      Excluir
    2. Em Minas Gerais, cidade pequena nome Dom Cavati perto de Governador Valadares, perto do Rio Doce que a Mineradora destruiu com lama. Aqui nunca vi, pensava que não era comum nascer no Brasil. Mas um hora as minhas sementes vão germinar, não é possível! kkk

      Excluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...