Páginas

quinta-feira, 30 de junho de 2016

Matos que nascem no jardim

A maior dificuldade de quem quer aprender a identificar plantas é conseguir enxergá-las no contexto de um jardim ou mata, afinal, elas são muito diferentes das fotos. Muita gente acha essa missão impossível, mas aqui vou mostrar que na verdade, é muito simples. Dentro das plantas que nascem comumente nas grandes cidades, as possibilidades se reduzem muito - estou falando de no máximo 30 espécies, mais comuns, verdadeiros matos de comer. Em um quadrado de 50cm² eu encontrei muitas espécies - são as predominantes nesse tempo frio, no inverno. Nas outras épocas do ano, esse perfil muda um tanto.

Nas ultimas oficinas, várias pessoas comentaram que gostariam de desenvolver um olhar mais "botânico" sobre o jardim. Como os aplicativos de identificação pouco funcionam, o nosso olhar e treinamento ainda serão as melhores garantias para identificar os matos de comer. Vamos treinar?

(clique nas imagens para ampliar)


Vermelho (Amaranthus deflexus): Caruru;
Laranja (Commelina erecta, C. benghalensis): trapoeraba
Amarelo (Crepis japonica): crepe do japão
Roxo (Plantago australis): tansagem
Marrom (Oxalis latifolia): trevo
Rosa forte (Bidens pilosa): picão preto
Rosa claro (Parietaria debilis): erva-pepino

Detalhe da foto acima: note as folhas com as pontas em
forma de "vale". Identificação do caruru ou bredo.

Detalhe acima: note folhas serrilhasdas,
inflorescências sem pétalas e a formação das sementes.
Típico do picão.
Outra foto: quantas espécies há aqui?

Vermelho (Amaranthus deflexus) : caruru
Amarelo (Solanum americanum): maria-pretinha
Rosa (Commelina erecta): trapoeraba
E nessa?
 
Rosa (Hypochaeris radicata): radite
Vermelho (Crepis japonica): crepe do japão
Laranja 
(Commelina erecta): trapoeraba
Amarelo
 (Parietaria debilis): erva-pepino
 

Pink (Sonchus oleraceus): serralha
Roxo (Emilia fosbergii): falsa-serralhinha
Laranja (Commelina erecta): trapoeraba
Roxo (Plantago australis): tansagem
Azul (Cyclospermum leptophyllum): aipo-do-mato
Rosa
 (Bidens pilosa): picão preto
Rosa Claro 
(Parietaria debilis): erva-pepino
Gostou? Mande a sua foto que te ajudamos na identificação. Não esqueça de mandar sua cidade, se o local recebi irrigação, se recebe sol e por fim, se é em casa, rua, parque, calçada, estrada.... São informações importantes na identificação.

3 comentários:

  1. Olá Guilherme! Se eu lhe enviar uma foto você poderia me ajudar a identificar essa planta se é realmente o aipo bravo?

    ResponderExcluir
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  3. Boa tarde, Guilherme! Recentemente uma planta despontou no meu canteiro, e está crescendo a olhos vistos, mas não encontrei nenhuma parecida aqui no seu blog. É um canteiro que recebe sol da tarde, solo úmido e fértil, e a planta tem várias ramificações saindo do chão, avermelhadas, com folhas verdes claras em formato de pá. Pra onde poderia lhe mandar uma foto para que pudesse lhe mostrar?

    Abraço,

    Rodrigo Neves
    ResponderExcluir

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...