quarta-feira, 10 de janeiro de 2018

Bougainville tea ou refresco de flores primavera

Cada cor de flor dá uma cor de chá. Divertido e saudável.
Ainda no tema das flores, muitas pessoas perguntam se a flor da primavera, também chamada de "buganvile", é comestível. É uma planta ornamental por excelência, muito usada em pergolas e entrada de casas, sempre com um efeito colorido muito dramático. Não tem esse nome por acaso - sua floração exuberante marca o início da estação primavera, de onde origina-se um de seus nomes populares. E sim, ela é comestível - apenas a parte colorida - as folhas aparentemente não tem uso na alimentação.


Apesar de pouco saborosas, são consideradas plantas alimentícias e também medicinais, cujo principal atrativo é a coloração, que varia do branco, aos tons de laranja e amarelo, ao rosa, vermelho e roxo. Na medicina, seus usos são como antioxidante e antiinflamatória, assim como é famoso o chá das suas flores para tosses e resfriados.

Na realidade, a parte comestível nem são as flores em si, que são diminutas, mas as brácteas florais, a parte mais vistosa e colorida da planta. Quando mais jovens, são mais macias e podem entrar como decoração de saladas, patês, tapiocas, assim como podem ser cozidas. Quando mais velhas, ficam fibrosas, mas ainda podem ser aproveitadas em infusões ou trituradas para pratos salgados e doces. Acredito que possam ser usadas em geleias, mas ainda não tentei. Na tapioca, a cor fica suave, mas em compensação, sem o sabor forte dos legumes que costumamos adicionar.

Todas colhidas em uma curta caminhada aqui em SP.

Escala de cores do bougainville tea.
Quando secam, retém a coloração, ficando lindas para a decoração de potes com ervas perfumadas, tipo pout-pourri. Triturada ou em pedaços pequenos, pode ser adicionada a massas e receitas, mantendo a coloração dos pedaços, sem "manchar" o entorno.

Para fazer a infusão colorida, ou bougainville tea, remova talos, partes verdes e as flores verdadeiras - fique só com a parte colorida. Ferva por 2 minutos e abafe por uns 10, para extrair o pigmento. Para dar sabor, pode adicionar frutas, como abacaxi, pêssego, melão, morangos e uvas, ou ainda especiarias e ervas aromáticas.

A grande vantagem das flores dessa PANC tão querida é sua suavidade. Não possuem gosto forte como a beterraba, nem acidez como o hibisco, sendo uma boa fonte de vermelhos, roxos e vinhos para o preparo de alimentos e bebidas, sem alterar o sabor. 

Segundo encontrei, as espécies comestíveis são a Bougainvillea glabra e a Bougainvillea spectabilis, e os híbridos decorrentes delas. As diferenças são poucas: uma tem folhas lisas, poucos espinhos e menor porte e a outra, folhas opacas, muitos espinhos e crescimento mais vigoroso. O que importa, no caso, é utilizar as flores, frescas ou secas.

Para o mundo dos refrescos, a primavera permite uma ampla gama de cores, as quais inclusive podem variar de acordo com o que é adicionado. O limão, por ser ácido, pode ajudar a criar novas colorações. Você pode adoçar com aquilo que preferir, assim como adicionar mais frutas. Que tal tentar uma limonada divertida, ou um chá colorido?

Limonada de primavera-escarlate. Vai resistir?
As flores podem ser desidratadas por alguns dias e armazenadas em frascos, mantendo a linda cor por muitos meses. Guarde em frasco fechado e ao abrigo da luz.



23 comentários:

  1. Amei a matéria, ao secar primavera de tom roxo, perdeu o tom, como desidratar corretamente??? deixei secar recebendo luz natural

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O ideal é deixar qualquer planta secar ao abrigo da luz.

      Excluir
    2. Amei saber disso!!!❤ Muito obga por compartilhar🙏🙏🌱🌻

      Excluir
  2. Amei a matéria, ao secar primavera de tom roxo, perdeu o tom, como desidratar corretamente??? deixei secar recebendo luz natural

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu peduro de cabeça p para baixo. ;) não conheço outra forma, mas deve existir.

      Excluir
    2. Evita deixar no sol, pois no geral o sol desbota as coisas, inclusive flores e folhas caídas. Deixa num lugar seco e (muito) bem ventilado, pode ajudar até se você pendurar elas entre na você e o ventilador kkk

      Excluir
  3. Descobri somente há duas semanas que era medicinal...amei conhecer mais sobre essa planta. Você escreve muito bem. Científico esclarecedor sem ser cansativo ou chato. Genial.

    ResponderExcluir
  4. Amei!! Tenho de três tons, vou fazer uma experiência.

    ResponderExcluir
  5. Amei,lindo! Já amo a muito tempo,agora mais ainda. À poucos meses fiquei sabendo que é comestível. Achei maravilhosa ideias de chás e sucos coloridos. Perfeito!!😍😍

    ResponderExcluir
  6. Gulherme, sabia que tinha lido alguma coisa sobre a bouganville ser PANC. Fiz uma busca no Google e, felizmente, cai na sua página! Gostaria de fazer uma pergunta. Teria algum problema se eu não tirasse as flores verdadeiras para fazer a infusão? É que minha primavera é daquelas dobradas e fica muito trabalhoso separar as flores da parte colorida.

    Obrigada!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Inclusive as folhas é ótimo chá medicinal.
      https://youtu.be/ViA678ZDgyA

      https://youtu.be/KCva1BG-7hY

      Excluir
  7. Puxa! Não sabia dessa utilidade de bouganville, tenho vermelha, vou experimentar a infusão.
    Ótimo post. Obrigada.

    ResponderExcluir
  8. Olá, adorei o seu post! Como posso fazer a limonada com Bougainville?

    ResponderExcluir
  9. Existem quantos tipos de primaveras?
    Tenho 2 pés no quintal, as características das comestíveis são só estás citadas?

    ResponderExcluir
  10. Gostaria de saber sua sugestão de qual quantidade de folhas
    para
    1/2 litro de água

    ResponderExcluir
  11. Uma ótima matéria! Não sabia que eram comestíveis e até medicinais.

    ResponderExcluir
  12. Bom dia. Em casa tenho nativa dessas que ficam no meio de matas. Nasceu sozinha, provavelmente trazida por pássaros. Será que pode usar essa?

    ResponderExcluir
  13. Alguém já tentou fazer geleia? Ficou bom? Como você fez?

    ResponderExcluir
  14. Pois é essa pandemia acabou me fazendo descobrir coisas...descobri as "bouganville". Um dia saí de manhã andando pela rua no bairro, procurando algo diferente para fazer. Logo na primeira esquina encontrei um monte de flores de bouganville secas, caídas, uma profusão de cores. Me deti diante daquele tapete de cores, que pela primeira vez chamava-me a atenção. Havia 2 primaveras que não notava aquela beleza caída aos meus pés. Desta vez foi diferente. Voltei em casa, peguei uma sacola e retornei às flores. Colhi um tanto, mas não sabia o que fazer com elas. Guardei-as por um mês, mais ou menos. Uma certa manhã acordei e fui pra cidade, entrei numa loja de artigos de escola, mas que tinha também spray coloridos, tubos de tinta á oleo, pincéis, cola de todos os tipos, telas, enfim. Comprei uma tela 60x50, sprays de diversas cores,colas para vários tipos de material e fui pra casa. Olhei aquilo tudo e fui aos poucos como aquelas flores seriam dispostas na tela, surgiu a idéia de um quadro em alto relevo. Em dois dias conclui o quadro. Está na minha sala, para marcar o período da pandemia na minha vida. Uma nova fase, nada psicologicamente pensado, nada que eu tivesse querendo me desviar para não perder a calma na pandemia, mas que ficar em casa podia ser muito produtivo para mim, para minha saúde mental, além do que escrevo também e a todos instante estou escrevendo, então desejei variar um pouco. Foi isso, agora entusiasmei com os quadros, já estou no quarto e devem vir mais.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. José Antônio, que bacana! Gostei bastante de seu relato!
      Desejo-lhe progressos em suas artes!!

      Excluir
  15. Fiquei encantada com a sua descoberta!!!
    Como gostaria de ver esse quadro!!
    Deve ter ficado lindoooo

    ResponderExcluir
  16. Muito boa as explicações e como usar

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...