Páginas

sexta-feira, 31 de outubro de 2014

Erva-de-ganso, erva-pepino

Que eu ando olhando pra baixo e cutucando os jardins alheios, todo mundo já sabe. O porteiro do meu prédio tem certeza que eu sou doido - além de cutucar matos e colher alguns, ainda tira foto. Imagino o tipo de detetive que ele pensa que eu seja. Talvez fotografando os cocôs dos cachorros da vizinhança?

Parietaria debilis, ou erva-pepino.
A erva-de-ganso, ou erva-pepino, nunca vai chamar sua atenção. Nunca. Foi o que aconteceu comigo. Passei por ela sabe-se lá quantas vezes, e tenho certeza que já arranquei montes e montes dela sem ter percebido, na renovação dos canteiros. Discreta, silenciosa, ela cresce rapidinho e está por toda parte - mas é preciso olhos pra reconhecê-la. Mal sabem que ela é uma urticácea - bom indício de que é comestível e nutritiva. Mas fique tranquilo, ela não pinica, ao contrário das urtigas.

As folhas são pequenas, o caule é macio e quebradiço, e a planta é bem delicada. Flores pequenas, verdes, insignificantes. Na medicina popular, usada como diurética e anti-inflamatória. Mas o que me interessa, é de comer? Tudo comestível. O sabor? Pepino. Mais precisamente, o da casca do pepino. Talvez um picles. Mas gostoso, bem gostoso. Essas folhinhas pequenas, inocentemente parecidas com a do manjericão, são ricas em micronutrientes: boro, manganês, ferro, magnésio.

As flores, pequeeenas.
Pode ser comida crua, embora cozida seja comida também - mas é tão macia e delicada que some na panela. As folhas entram na salada como um pepino invisível aos olhos, mas sensível ao paladar. Tinha pepino aqui, irão perguntar?

Quer fazer um molho maravilhoso? Bata maionese, gotas de limão, um pouco de pimenta e folhas da erva-pepino, e tcham, um ótimo molho para sanduíches, frituras ou saladas - ao estilo "molho tártaro".

Abundante essa época do ano, inverno-primavera, nasce fácil, gosta de sol e de sombra, de seco ou de umidade, ou seja, nasce em qualquer canto. Para ter em casa, pegue uma muda com raíz e replante, mantendo úmida nos primeiros dias. Ou ainda, pegue uma moita delas e enterre parcialmente, que ela rebrota, ou as sementes dão conta do recado.

Discreta, não?

Mais cara de mato, impossível.

Tudo bem que minha mão é grande,
mas ela é pequenina, assim.

GUIA DE IDENTIFICAÇÃO
Parietaria officinalis, Parietaria debilis, Parietaria erecta. Erva pequena, de até 40cm de altura, recoberta de pequenos pelos. Talos e caules verdes ou avermelhados, dependendo da espécie. Folhas verde claro, ovaladas, pecioladas, com até 3cm de comprimento alternas, cobertas de penugem em ambos os lados. Flores minúsculas, nas axilas das folhas e nós do caule, formando agrupamentos (glomérulos). Toda planta tem cheiro de casca de pepino quando esmagada.

LOCAL DE OCORRÊNCIA
Locais sombreados ou a pleno sol, gramados, jardins, beiras de muros.

MODO DE PREPARO
Folhas: cozidas, cruas.

3 comentários:

  1. a parietária é medicinal, pesquise a espeito! "PARIETÁRIA "Parietária officinalis" Muito usada em males dos rins, inflamações da bexiga, dissolve cálculos e alivia dores." ( http://aryansantosaryel.blogspot.com.br/2011/04/erva-parietaria.html )

    ResponderExcluir
  2. Ola GL, como esse blog nao tem um proposito de recomendar tratamentos medicinais, abordamos so a comestibilidade e o preparo culinario. Voce vai reparar que em todas as postagens, mesmo que as plantas tenham propriedades medicinais, prefiro deixar a cargo de um especialista, medico ou terapeuta, para as recomendacoes. No caso, a erva-pepino que tratamos aqui nao é a Parietaria officinalis, e sim a Parietaria debilis - embora ambas sejam comestiveis. Abracos!

    ResponderExcluir
  3. Gui, adoro pepino, vou sair para procurar.
    Valeu a dica
    Bjo ana

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...