Páginas

quarta-feira, 22 de outubro de 2014

Suco de Pitanga sem Pitanga

As pitangueiras deram flores em setembro, pitangas em outubro e agora, quase nada mais resta nas árvores - o que as gentes não comeram, os pássaros deram conta. Pitangueiras são árvores comuns em São Paulo, e sempre citadas como "fruta nativa", embora sempre nos esqueçamos das outras mirtáceas que crescem por aqui: cabeludinha, cereja do rio grande, jambos, grumixama e uvaia, também fáceis de encontrar nas ruas.

Pitangas tem uma variedade enorme de formatos e sabores - como não foram selecionadas, crescem por aí de todos os tipos. Desde as pequenas, amarelas e amargas, até as gigantes vermelhas e suculentas, preciosidades. Fruta bonita, boa de chupar, de forma curiosa. 

Quem já arrancou folha de goiabeira sabe que ela tem exatamente o mesmo gosto da casca da fruta. O mesmo ocorre com a pitanga, as folhas tem parte do sabor da fruta. Idêntico, não é. Mas dá para enganar bem. As folhas mais velhas são duras e fibrosas, as mais jovens são macias e igualmente perfumadas- um cheiro de folha e fruta, juntos.

A primeira vez que me foi servida a limonada de pitanga - piadas a parte com o nome - foi pelo meu xará Guilherme Gaudereto. Mas uma busca rápida permite saber que não é idéia exclusiva dele, sendo que já foi tão republicada que a autoria se perdeu. Será que é antiga? Ou invencionice gourmet? L'eau de pitangá très très chic?

De frutas temos muitas, mas e de especiarias? Será que a folha de pitanga não pode entrar como tempero, aromatizante? Sem invencionice, mas criativa, foi a sugestão da amiga Neide Rigo pro uso das folhas, ainda jovens e macias, como tempero. Já usei na massa de bolo e deu um amargor suave, então não sei se ficam boas assadas - mas frescas, na salada ou no suco, deixam um sabor apitangado.

Então, não chore as pitangas (nem o leite derramado), e se estamos fora de safra, as folhas continuam verdes o ano inteiro.
Não tem segredo: batidas com açúcar e suco de limão ou outra fruta, a gosto. Se processadas no liquidificador, quase somem, não precisa nem coar, como fiz.

Idéias. Talvez na caipirinha? Ou para aromatizar cachaça? Um licor? Tempero de peixe? Picadinha na farofa? Não sei. Seja criativo, prove e depois me conte.

Simples e eficaz: limão e folhas de pitanga.

4 comentários:

  1. Eu tomei com vodca, capim santo, limão e as folhas de pitanga :D

    ResponderExcluir
  2. O guilherme gaudereto não vai aceitar que a invenção não seja dele, já se apropriou hahaha. Muito bom o texto, vou testar como tempero também!

    ResponderExcluir
  3. Hehe, descobri a receita no próprio site da Neide pra variar, uma delícia, com água com gás então! Outra delícia super simples é água aromatizada com folhas de pitanga.

    ResponderExcluir
  4. Guilherme, já fiz com água, suco e refogado, tudo gostoso.
    bjo ana

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...