Páginas

terça-feira, 4 de novembro de 2014

Como coletar e armazenar sementes

Praticamente toda semana eu ganho ou arranjo sementes novas. A maior parte das sementes é de verdura, mas não tem nada que escape à coleta, desde matinhos, flores até árvores. Na minha bolsa, já tenho um kit com saquinho, etiquetas e caixinhas para colocar as sementes até que as consiga levar pra casa.

Potinhos, frascos: não jogue nada fora.
Nesse tempo, já perdi e estraguei muita coisa. Pra quem guarda sementes, existem uma série de inimigos no processo que podem fazer com que você perca suas sementes. O primeiro dos inimigos é a falta de organização - guardar sementes sem etiqueta e identificação, e pior, do quando foram coletadas. Sempre compro sementes e espero a melhor oportunidade pra plantar, mas isso nem sempre acontece, e elas acabam ficando velhas e perdendo o poder de germinar. Se você não sabe quando coletou, nunca vai saber quanto tempo elas ainda duram.

Como regra geral, mas bem geral, um ano as sementes que podem ser armazenadas aguentam bem sem perder o poder de germinar. Algumas duram mais ou menos, mas em geral, um ano é um prazo bom para plantá-las. Claro, existem sementes que não podem ser armazenadas, como o abacate, a lichia, a fruta do conde, a castanha do maranhão, o pinhão, todas porque perdem a viabilidade de germinar em pouquíssimo tempo, e desidratam. A botânica dá a elas o nome de sementes recalcitrantes. Repare que as sementes grandes tendem a durar menos que as pequenas - isso não é uma regra e é cheio de particularidades, mas funciona bem.

Tampas de potes e garrafas são ótimas para organizar.
Outro fator para perder sementes é o mofo. Em geral, sementes que não estavam completamente secas tendem a mofar, especialmente sementes de frutas com resto de polpa grudada a elas. O segredo? Esperar secar por algumas semanas em local sombreado e protegido de insetos e pó. Aqui em casa, uso tampas de garrafa pras pequenas quantidades, e pires para quantidades maiores. Não deixe as sementes emboladas nem sobrepostas, otimize a circulação de ar.

Ainda, insetos são uma dor de cabeça, especialmente para feijões. Mesmo que você colha direitinho e seque bonitinho suas sementes, os insetos podem ter deixado ovinhos dentro delas. E em mais ou menos tempo, eles vão eclodir e fazer um verdadeiro estrago na sua coleção de sementes. Besourinhos, carunchos, gorgulhões, todos eles podem aparecer do nada. Eu já aprendi e deixo o feijão separado em pelo menos dois lotes, se um der bicho, o outro eu salvo. Deixe-o sob observação, veja no fundo do pote se não há um pozinho ou uma festa de insetos, porque eles podem surgir a qualquer momento.

Preventivamente, guarde alguns feijões, no caso de variedades raras, num potinho com talco. O talco mata o inseto sufocado e ele não se espalha - uma maneira segura de mantes sementes raras por algum tempo.

Bobeou, carunchou! Orelha-de-padre costuma dar problemas.
A embalagem é bastante importante nesse processo. Se você tem certeza que sua semente está bem seca, sem bichos e pronta pra ser guardada, use pequenos frascos e saquinhos plásticos- aqueles pra bijuterias com fecho "zip" são ótimos. Para evitar que mofem, cristais de sílica podem ser colocados juntos, porque vão remover toda umidade presente e ajudar na conservação. Aquela areia pra gatos branca com cristais azuis é muito boa pra isso - e um saco dura pra sempre. Coloque umas pedrinhas de sílica em cada potinho pra prevenir ao menos o mofo.

Saquinhos de papel são bons para as sementes respirarem, mas são suscetíveis a ataques de besouros, traças e gorgulhões - afinal, papel é feito de matéria orgânica vegetal. Eu gosto para sementes que serão plantadas logo, porque são baratos e práticos - mas como desvantagem, você não sabe o que tem dentro, e precisa identificar um por um.

Saquinhos de papel, caseiros.
Potes plásticos, de miçanga, são melhores que saquinhos - alguns besouros conseguem mastigar o saquinho, rasgá-lo e contaminar todo seu estoque. Quanto mais resistente o material, melhor.

Caixas de bijuterias e caixas de ferramentas são boas opções para guardar as sementes embrulhadas, mas nunca colocar as sementes direto lá. Além de um playground pra mofo e insetos, se você derrubar a caixa vai misturar tudo, ou pior, espalhar milhares de sementinhas pelo chão.

Como etiqueta clássica, coloque o nome da planta, a data que a semente foi colhida, e se possível, o local da coleta. Quando você tem uma quantidade grande de sementes, toda informação pode ajudar na hora de montar sua coleção.

E você, como costuma guardar sua coleção?



17 comentários:

  1. Eu tenho usado arroz velho para desidratar as sementes. E sempre carrego alguns envelopes de chá para coletar pequenas sementes.

    ResponderExcluir
  2. Primeiro, aprendendo (por aqui) a identificar as plantinhas e espero que daqui a pouco, entrar na prática de coletar e armazenar sementes.
    bjo ana

    ResponderExcluir
  3. Adorei a ideia do kit portátil. E nunca pensei em anotar a data da coleta... Obrigada!

    ResponderExcluir
  4. ola eu tenho uma coleção de favas, feijões, mangalô ate mucuna entre outras sementes, gostaria de saber se troca ou vende, eu posso trocar tenho muitas espécies meu email: edvarshinigami@gamail.com ou whatsapp 03798089372, queria ver as que vc tem, se mais alguém estiver interessado entre em contato, abraço!

    ResponderExcluir
  5. Super Legal seu site/blog Guilherme,

    Pensei que estava sozinho neste hobby.

    Para armazenar as minhas estou utilizando papel alumínio e anoto informações com caneta de escrita permanente.

    Abraços

    ResponderExcluir
  6. Oi a todos deste blog. Comecei a guardar sementes faz 3 meses,com a intenção de preservarmos espécies para o futuro em função das mudanças climáticas que assolam nosso planeta.obrigado pelas dicas.
    sucesso a todos nesta empreitada de Deus.

    ResponderExcluir
  7. Oi a todos deste blog. Comecei a guardar sementes faz 3 meses,com a intenção de preservarmos espécies para o futuro em função das mudanças climáticas que assolam nosso planeta.obrigado pelas dicas.
    sucesso a todos nesta empreitada de Deus.

    ResponderExcluir
  8. Pena que elas se estragam e perdem o poder de germinar! Observem que quando compramos elas vem com um revestimento químico que impede o ataque de pragas e doenças e prolonga a durabilidade!

    ResponderExcluir
  9. Pena que elas se estragam e perdem o poder de germinar! Observem que quando compramos elas vem com um revestimento químico que impede o ataque de pragas e doenças e prolonga a durabilidade!

    ResponderExcluir
  10. perguntei pois nada sabia a respeito mas achei boas as opcões tenho algumas sementes de feijão bolinha que consegui plantando feijão comprado no mercado que estão otímas,porém estas sementes que comprei poucas germinaram, espero que as minhas sejam melhores pois este feijão é muito bom agradeço as dicas.

    ResponderExcluir
  11. Guilherme, já pensou em por suas sementes nos envelopes de papel (como você já faz) e guardar estes envelopes em dentro de uma caixa maior (como um tupperware) com um pouquinho de naftalina? Isso deve evitar o desenvolvimento de comedores de sementes. Você pode por a naftalina em um copinho (como um copinho de café ou caixinha de fósforo) no cantinho do tupperware.
    Abrs.

    ResponderExcluir
  12. Como armazenar sementes de abóbora por longo tempo?

    ResponderExcluir
  13. Como armazenar sementes de abóbora por longo tempo?

    ResponderExcluir
  14. Olá Guilherme,

    Obrigado pelas dicas. Irei armazenar em latinhas com tampa.

    Sucesso,
    Calebe B. (Meu blog)

    ResponderExcluir
  15. Bom dia! Quero participar do projeto de troca de sementes. As sementes que tenho são de rúcula, mostarda lisa e couve que são da minha horta elas ainda estão dentro da vagem num saquinho de TNT mas se estas sementes não forem o alvo do projeto vou tentar conseguir algumas dementes de outras arvores frutíferas para participar.Parabéns pela iniciativa um abraço Arlene.

    ResponderExcluir
  16. Olá, meu nome é Arlene Maria Rocha Muller fiz um cometário acima e ao publicar não apareceu a minha foto, como gosto de ver com quem estou me comunicando estou publicando este cometário com foto para acrescentar ao comentário que saiu como Unknown as 23:00 horas um abraço Arlene Maria Rocha Muller

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...