domingo, 18 de janeiro de 2015

Quando a chuva vem

Já ouviram falar de fator limitante? É aquele que, independente dos outros fatores, impede que algo aconteça. No caso do sítio, a chuva era o fator limitante. A terra está sendo cuidada, compostada e protegida, mas nada ia pra frente por causa da falta de chuva.

Água, o fator limitante. Foi só ela aparecer que a coisa tomou corpo e forma, ficou verde e pulsante. Saiu da terra, pra todos os lados, pelo chão e pelo céu. Depois de tanto tempo sem chuva em Itu, me emociona ver tudo isso tão verdinho, tão agradavelmente belo.

Lembra das cúrcumas, gengibres, ararutas, galangas, tupinambos, mangaritos, carás-moela e biri que falamos nessa postagem aqui? Saíram do descanso, finalmente. Meio tarde já, mas vigorosíssimas.

E na sua casa, como andam as plantas com a chuva?

Araruta

Mangarito

Tupiambo.

Biri, ou falsa araruta.

Curcuma.

Galanga
Cará-Moela

Orelha de Padre e Cará-Moela




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...