Páginas

quinta-feira, 21 de abril de 2016

Urtigão, Cansanção

Folhas de urtigão, Urera caracasana. Urtiga
saborosa e de cultivo simples. Do mato pra mesa.

Algumas plantas eu persegui por um longo tempo, e quando a encontro é em um lugar bem comum. O urtigão (Urera caracasana) é uma dessas plantas. Esses dias estava a caminho do ônibus quando vi, na universidade, uma moita com um "jeitão" muito de urtiga. Com base nas fotos que já havia visto pessoalmente, suspeitei que fosso o urtigão, uma urtiga que produz frutos avermelhados. Como não havia nenhum fruto e nenhuma pista de que era uma urtiga, fui embora com aquilo na cabeça. Voltei outro dia e fiz o teste da urticância que obviamente não recomendo para você, amigo leitor(a): fui me esfregando na moita até que ui, doeu. Doeu muito. Quanto mais doía mais feliz eu ficava: masoquismo de entusiasta botânico. Se doeu, era urtiga. Tudo pelo bem da ciência. Oba!

Prometa não fazer isso em casa, nunca! Aliás, mais um capítulo para o Manual de bons modos no transporte coletivo: não carregue urtigas saindo para fora da sacola ou você será um meliante em potencial e odiado pelo resto do ônibus. 
Não leve as ramas para fora da sacola, elas queimam!

Ok, não é uma dor insuportável como a das urtigas bravas, como a da Urera nitida (já falamos dela aqui). Mas é uma queimação moderada e incômoda que passa em alguns minutos. Não surgem bolhas nem nada, como acontece com algumas urtigas, embora o local fique vermelho algum tempo. Nada feliz. Mas indica que é urtiga. Lembrando que outras espécies também podem queimar a pele e não são urtigas. Espécies como Cnidoscolus pubescens, Sida urens e Jatropha urens são altamente venenosas e são chamadas de cansação, urtiga, e geram queimaduras gravíssimas na pele, com formação de bolhas e inchaço. Para nossa sorte, completamente diferentes das urtigas comestíveis. Não vá comer, heim?

(Dica: toda planta que tenha no nome científico urens indica que é uma planta que causa irritação e queimadura na pele. A palmeira Caryota urens, a rabo-de-peixe ornamental, tem frutos recobertos de veneno que causam forte reação alérgica).

Do urtigão, ele de início não parece comestível, porque tem folhas ásperas e com textura irregular - a isso botanicamente dá-se o nome de "folhas cartáceas": finas, rígidas e um tanto quebradiças. Essas folhas cartáceas, aliás, são tipicamente escuras na parte de cima e esbranquiçadas na parte inferior da folha. Notei que as folhas mais velhas são menos urticantes que os brotos. Depois de colhidas, em algumas horas as urtigas perdem boa parte de sua pinicância, mas de qualquer forma, devem ser consumidas cozidas, nunca cruas. 

Trouxe algumas folhas para preparar em casa e alguns galhos para propagar em vaso - é dito que qualquer galho mais velho colocado na terra brota sem problemas. As minhas já foram pra terra e de fato, crescem sem problemas. Em dois meses ela triplicou de tamanho! Notei que é exigente quanto a regas e não gosta de sol direto, apenas luminosidade filtrada. As folhas foram pra panela e como eram poucas, foram fazer apenas um charme no arroz.

Apesar da textura áspera quando cruas, cozidas ficam
macias, e deliciosas. Fora seu valor nutricional
considerável.

Nutricionalmente é sabido que as urtigas são as verduras mais completas que se pode desejar, extremamente nutritivas e com valores altíssimos de cálcio, magnésio, boro, ferro e proteínas. Aproveite e coloque urtigas na sua dieta, plante em casa. Elas gostam de locais sombreados e se dão bem em vasos à meia-sombra, desde que o solo seja fértil e o ar não seja muito seco. São boas plantas para ter em locais onde nada mais cresce, porque são rústicas e não exigem muito. Só não vá plantar onde brincam crianças nem em passagens e caminhos. 

As ramas podem passar dos três metros,
e rebrota abundante depois da poda.
Gosta de locais úmidos e sem sol direto.

Na cozinha, seus usos são muitos, porque é uma verdura deliciosa. Deve ser fervida antes do consumo, para perder a pinicância e para amaciar um pouco, porque é fibrosa. Rende sopas absolutamente maravilhosas, assim como pode acompanhar qualquer prato que originalmente leve couve, espinafre ou outra verdura cozida. Picadinha com queijo rende pastéis fantásticos, e empanada e frita fica crocante e muito saborosa. Não sei explicar o sabor, mas não tem gosto de mato, tem gosto de comida. 

E se tiver em abundância, disse um amigo que cria galinhas que elas engordam e botam ovos maiores quando alimentadas com urtiga. Nesse caso, corte as folhas e deixe-as ao sol ou murchar por ao menos 12 horas, tempo em que a maior parte do seu veneno urticante é degradado. Não vá queimar a guela das tuas galinhas!
As folhas, note a textura.

Os brotos característicos.

As folhas jovens: as mais urticantes. Quando velhas,
tem a forma ovalada e são menos urticantes.

Essa urtiga mansa, de nome científico Urera caracasana, é uma urtiga muito comum em beiras de estrada, caminhos, trilhas e capoeiras. Infelizmente, é mais comum no centro-oeste e no sul, e mais rara aqui no sudeste. Fique de olho, leve galhos para casa e comece a sua plantação. Eu acho que é uma boa ideia usar como cerca-viva, porque forma uma barreira dolorosamente intransponível.

Ah, vale lembrar que essa mesma espécie pode ter folhas em formato mais arredondado ou mais alongado, dependendo do local de cultivo, da luminosidade e da idade da muda, sendo que em geral os brotos são finos e as folhas mais velhas, são mais arredondadas. Algumas fontes que pesquisei mostram folhas bem arredondadas, enquanto a literatura indica que eu formato é "ovado arredondado a ovado oblongo". Na dúvida, além da urticância e da face inferior da folha esbranquiçada, verifique a presença de furtinho alaranjados ou vermelhos (não encontrei a bendita frutificando ainda). E aproveite!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...