Páginas

segunda-feira, 14 de março de 2016

Pepininho-do-Mato, Pepinículo

Pepininho do mato no Parque do Ibirapuera.
O pepininho-do-mato é um grupo de mini-legumes, naturalmente pequenos, da família do pepino e da abóbora, muito saborosos, considerados legumes PANC. Causa uma reação muito interessante em quem o conhece pela primeira vez. Dei sorte de encontrar, nas muitas oficinas que dei, um pé de pepino-do-mato espontâneo. A maior parte das pessoas tem uma terna reação de "fofura", ahh, que lindinho! De fato, o mini pepino, pepino-do-mato ou pepinículo é um legume tão lindo e delicado que dá até dó de morder.

Existem, na verdade, ao menos quatro espécies de pepino-do-mato, cada um com sua peculiaridade. Em comum todos eles tem um ou dois centímetros de comprimento, crescem em plantas trepadeiras delicadas e pequenas, gostam de ambientes frescos e meia-sombra e não são exigentes quanto ao cultivo. Ah, sim, e todos tem um gosto profundo de pepino, que dá para consumir em uma só mordida. 

As folhas delicadas do Melothria pendula.
A espécie mais comum na região onde moro é o Melothria pendula, ou Melothria fluminensis. É uma planta espontânea, trepadeira, que atinge até 4 metros de comprimento e  agarra-se ao seu redor usando gavinhas, igual o maracujazeiro. O fruto tem por volta de 2,5 centímetros de comprimento e é tigrado nas cores creme e verde. Quando maduro fica com uma coloração marrom escura e textura molenga, e  há relatos de que seja um laxante forte se consumido nesse estágio. Portanto, prefira os jovens e crocantes. Extremamente adaptada ao ambiente urbano, nasce em cercas, jardins e muros.

Na Horta City Lapa, tocada pela amiga Neide Rigo.
Melothria pendula.

Na horta City Lapa. Reparei que as mudas
que tomam mais sol produzem mais cedo.
Há ainda o Melothria pendula, chamado de pepininho ou pepino-melancia, por ser rajado de verde claro e escuro. Esse pepino é mais vigoroso, possui as folhas maiores e ásperas, com frutos de até 6 centímetros de comprimento. Os frutos têm sabor e textura similares ao pepino comum, mas são interessantes para conservas, aperitivos e para enfeitar saladas. 

Temos também o Melothria scabra, de frutos de até 3 centímetros, rajado e arredondado, nativo do México de cultivo ainda pouco comum no Brasil, embora nasça por aqui.

São plantas muito abundantes na natureza, sendo facilmente encontradas em áreas abertas como pomares, lavouras, e jardins, onde é considerada daninha. Por sua rusticidade de cultivo, alta produção e valor ornamental, esses frutos são adequados para o auto-consumo; assim como podem ter alto valor agregado no comércio, sendo vendido na categoria de "mini legume", assim como ocorre com cebolas, abobrinhas, berinjelas e cenouras. É uma hortaliça para ser consumida do mato para a boca, porque é crocante e saborosa - basicamente, sementes encapsuladas dentro da uma casca fininha, pouca polpa,mas muito sabor.

Folha, fruto verde e maduro de Melothria fluminensis.

Segundo o Helton Josué, do Sítio Frutas Raras, para cultivá-lo é preciso colher as sementes do frutos maduros e molengos, de coloração escura. "A germinação ocorre em 12 a 25 dias em qualquer tipo de substrato rico em matéria orgânica, poroso, deixado em ambiente sombreado. Convém semear 2 ou 4 sementes diretamente nas covas ou canteiros previamente preparados embaixo da parreira. As mudas crescem rapidamente e a melhor época de plantio vai de agosto a outubro."

Aqui em São Paulo, fique de olho porque eles estão por toda parte. Já os vi no Horto Florestal, Parque da Luz, Ibirapuera, Aclimação, Jardim Botânico e estações de trem da CPTM, em cercas, muros, hortas, praças.  No Rio de Janeiro vi no Jardim Botânico e em algumas cercas. Lembro de ter visto em Curitiba nos diversos parques da cidade. Na casa dos meus pais em Itu, ele nasce por toda parte, sempre em locais mais sombreados. Esse ano nasceu enrolado na ora-pro-nobis!

18 comentários:

  1. Esta uma de minhas próximas missões, achar: 1 pepino-do-mato e 2 ora-pro-nóbis...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu tenho muda mini pepino e ora pro nobis TB...

      Excluir
    2. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
    3. Wlaisa Flor vc vende mudas do mini pepino? de onde vc é?

      Excluir
  2. PARABENS = favor envie o projeto para ongmdc@bol.com.br (22) 9-9804-7780 - WhatsApp = (22) 9-8155-0798 obrigado Eduardo Ferré

    ResponderExcluir
  3. Tem um pe aqui que carregou... Muito gostosos...

    ResponderExcluir
  4. Tem um pe aqui que carregou... Muito gostosos...

    ResponderExcluir
  5. Tenho encontrado aqui em Curitiba e além de delicadíssimos eles são muito saborosos. Ontem colhi um punhado deles e tbm 03 já secos, c/ sementes, que vou semear no meu jardim, na rua.
    Jor.marilia@gmail.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também sou de Curitiba, e gostaria de saber onde você encontros esses pepininhos. Achei-os lindos demais!

      Excluir
  6. Achei o pepinículo em dois pontos da cidade de Curitiba, em um parque e em frente a uma casa. Já consegui experimentar e também consegui fazer uma muda estaca. Adorei! E quando o pepininho fica mais maduro, o sabor fica mais adocicado...

    ResponderExcluir
  7. Oi Suzana! Moro em Curitiba e estou procurando o pepinículo. Onde você encontrou por favor?

    ResponderExcluir
  8. Eu encontrei no Bosque do Papa e também no Bosque Reinhard Maack.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Este segundo bosque abre fica no Hauer e só sábados, domingos e feriados, se não chover.

      Excluir
    2. Este segundo bosque abre fica no Hauer e só sábados, domingos e feriados, se não chover.

      Excluir
    3. O daqui não tem pontinhos, mas listras longitudinais verde escuro verde escuro.

      Excluir
    4. O daqui não tem pontinhos, mas listras longitudinais verde escuro verde escuro.

      Excluir
  9. Eu encontrei no Bosque do Papa e também no Bosque Reinhard Maack.

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...