Páginas

terça-feira, 8 de março de 2016

Maracujá vermelho


A flor do maracujá vermelho, de rara beleza.
O maracujá vermelho é uma espécie de maracujá (Passiflora coccinea) nativa do Brasil e muito comum na região Norte, Nordeste e Centro Oeste, sendo cultivado como planta ornamental no sul e sudeste. Seu grande atrativo são as flores escarlate muito vistosas e seus frutos de coloração rajada, ácidos e delicados.

O meu maracujá vermelho adquiri pela primeira vez no CEAGESP, na feira de flores e mudas, com um produtor especializado em trepadeiras. Ele me garantiu que os frutos não eram comestíveis, eram apenas para os pássaros. Meu pé cresceu, floriu, frutificou, mas como ele orientou, fiquei receoso de provar os frutos.

Muito tempo depois, encontrei diversos deles em Cotijuba, saído de Belém do Pará, quando tive a oportunidade de experimentá-los. De fato, são muito ácidos, mas também aromáticos e saborosos, parecidos com o maracujá comum. Sua casca é fina e pode ser partido com as mãos, para ser degustado. 

Deve ser cultivado em cercas por ser uma trepadeira, de preferência protegido por árvores em regiões que sofrem geadas. Chega a muitos metros de comprimento, assim como maracujazeiro normal. Pode ser usado no lugar do maracujá e possui os mesmos usos: sucos, mousses, geleias, doces, bolos e polpas congeladas.

O fruto, rajado, com 6cm de diámetro e casca macia.

A polpa é amarelada, ácida e aromática.
Há poucos estudos a respeito de suas qualidades nutricionais, embora seja uma espécie descrita há muito tempo, pouco avaliou-se o seu potencial para a industria alimentícia. É uma planta muito vistosa e ornamental, que dá um toque diferenciado e tropical para qualquer projeto paisagístico. Se eu tivesse espaço, certamente teria uma muda dessa na cerca da minha casa. A floração é espetacular e muito vistosa, estendendo-se praticamente o ano todo. Atrai abelhas, pássaros e borboletas.

É possível multiplicar por estacas de caule, ou principalmente, por sementes. Gosta de solos férteis e irrigados. A minha muda, embora não esteja bonita, vai bem em Itu ,numa parte muito seca do terreno, o que mostra que ela é resistente. No inverno ele perde as folhas, mas volta a rebrotar e florir com o advento das chuvas, no entanto, continua uma planta compacta de poucos metros.

Foto daqui.

3 comentários:

  1. Que bonitinho, parece uma mini melancia!

    ResponderExcluir
  2. Que lindo, adoro maracujá, tenho que arranjar um para o meu quintal.
    beijinho

    ResponderExcluir
  3. nós temos aqui em casa, mas só dá flor, muitas flores, uma vez pensei que tivesse morrido, mas reapareceu...

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...