quarta-feira, 16 de dezembro de 2015

Pizzada PANC

Foto de Luis Amato.

Sim, fizemos pizzada PANC. a convite da professora e amiga Thais Mauad, organizado pela associação de moradores da Vila Jataí na sensacional pizzaria Dona Rosa, da Cecilia Latufo. Em poucas semanas conseguimos organizar o dia, a hora, os convidados - a maioria da associação de moradores - e por fim, o cardápio. Foram diversos sabores para encantar o paladar e fazer aparecer as estrelas da noite, as plantas alimentícias não convencionais.

Como não são ingredientes que se compram no mercado, coletamos tudo em hortas urbanas, buscando ingredientes da estação, o mais bonitos e frescos o possível. A associação de moradores fez um trabalho em grupo de decorar o salão, pensar o cardápio, a decoração e a execução. A Jussara fez lindos frascos decorados na nossa mesa da biodiversidade, para que todos pudessem olhar os "Matinhos" com outros olhos. E não adianta falar de comida sem servir comida. Hora de colocar o sabor à prova.

Foto de Luis Amato.
Nossa mesa da biodiversidade, caprichosamente decorada
pela Jussara. Foto de Luis Amato.
Todo mundo picou, colheu, cozinhou, provou.
Foto de Luis Amato.
Todo mundo picou, colheu, cozinhou, provou.
Foto de Luis Amato.
Eu, Lya, Luis, Angélica. Faltou Guga, Giulia, Clovis,
Aline e os demais membros do GEAU.
Aliás, ganhamoso Premio Fecomercio  (clique)
Como nosso espaço foi limitado, tivemos que abrir vagas igualmente limitadas. Quem dera um dia teremos PANC no mercado, e um maço de ora-pro-nobis será tão tradicional quanto uma rúcula, e poderemos cozinhar pra quantas pessoas quisermos.

Fazia tempo que eu não ficava na cozinha, e foi muito bom aprender mais sobre pizza, e combinar ingredientes nobres para lembrar que sim, nossos matos de comer podem ser tão bons quanto qualquer outra hortaliça. 

Tivemos massa verde de taioba, massa de batata doce roxa e massa dourada de cúrcuma com batata salmão. Sobre os discos coloridos finíssimos abertos com muita técnica pelo pizzaiolo, tivemos casquinhas de pimenta sechuan, cominho e alcarávia em grãos, manjericão cravo, chimichurri punk e menta com sálvia - um deleite para os olhos e o paladar. 

Massa de curcuma e batata salmão e taioba.
Foto de Luis Amato.
Massa roxa de batata doce roxa. Foto de Luis Amato.
O pizzaiolo, Jonatan, feliz da vida com as massas coloridas.
Foto de Luis Amato.
As casquinhas coloridas e temperadas.
Foto de Luis Amato.
Dos sabores salgados, fizemos uma porção deles: pesto de capuchinha e mussarela de búfala, ervilha de guandú à mexicana, pesto picante de casca de abóbora e almeirão, batata doce com tomates verdes e ricota, caruru com mussarela, ora pro nobis com abóbora grelhada, taioba com queijo de cabra e pizza doce de maçã cozida no hibisco e manjericão amazônico ao molho de coco no perfume de cumaru.

Pizza de folha de batata doce, ricota e tomates verdes.
Foto de Luis Amato.
Pizza de ervilha de guandu à mexicana (colorau, cominho,
cebola, pimentão, papaloquelite e pimenta).
Foto de Luis Amato.
Pizza doce de maçã no hibisco e manjericão ao
molho de coco no perfume de cumaru.
Foto de Luis Amato.
Se foi bom? As fotos falam por si! Cozinhar pra gente querida, em um espaço tão bonito e falar do que sou apaixonado, não tem preço. Obrigado Cecília, Jussara e Thais pelo convite! Um abraço a todos os moradores da Vila Jataí que compareceram e fizeram a festa mais feliz.

(Luis, obrigado pelas lindas fotos, além de excelente pesquisador, é um ótimo fotografo.)

Um comentário:

  1. Lindíssimas essas pizzas! A massa de batata doce deve ter ficado deslumbrante!

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...